quarta-feira, janeiro 03, 2007

descodificando um poema

sem nome
e sem ninguém.
teu, meu
também

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home