domingo, maio 28, 2006

ainda em volta das estantes - I


(Lembrar-me de comprar o 'papillon' do Charriére assim que calhar. Tenho p'ráqui tanta "porcaria" que nunca li nem deverei ler que é obrigatório existir neste banco físico da minha memória um que tanto prazer me deu quando o li.
As coisas boas conservam-se ou renovam-se se forem perecíveis. O é um livro, de todos o mais feliz: de mão em mão e encontrando a sua maior glória nas saudades que elas sentem quando o 'perdem'.
Alguém quer ler Sven Hassel? Hans-Helmut Kirst? e Arthur Marchen ou David Balducci, já para não falar no ataque de consumismo que me levou a, em saldos de livros de bolso, recordo-me, comprar as versões escritas daqueles épicos, os "Rambo"? também se vêm bordas de Diana's e parentela, mas estão muitos títulos que me fazem sorrir: uns pela escrita e pelo que ela conta, outros apenas pelo período/idade em que os conheci. Mexer nos livros é revisitarmo-nos)

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home