domingo, Fevereiro 18, 2007

o raio da pergunta...


Se se tratava, , de despenalizar, porque raio é que foi necessário um referendo* para, , alterar o Código Penal?

Pois é, pois é... a ministralhada ficou esfusiante não ficou? a vitória foi 'deles', avocaram o "Sim" como seu e o referendo sempre era outro...
...e "a manada" correu atrás do agitar do capote, folgazinha 'deles' até à convocatória para a próxima manif e toca a juntar de novo o chinfrim, que «afinal já não é dos nossos, malta»!

Pavlov foi um gajo esperto e legou-nos conclusões do caraças.


* não mudei de opinião. continuo a achar que para decidir sobre a IVG o Parlamento, por si, não tem mandato, e o Referendo era necessário. a alteração ao Cód. Penal descriminalizando isto ou aquilo é diferente de legalizar isto ou aquilo, passe a abrangente expressão. os cheques-carecas foram descriminalizados, o que não significa que se tornou legal passá-los.

(o ponto de interrogação estava aqui)

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home