quarta-feira, janeiro 17, 2007

poesia africana - Nigéria


"Conversa ao telefone"

O preço parecia razoável, locação
Indiferente. A dona da casa jurou
Que não vivia lá. Faltava só
A confissão. 'Minha senhora', avisei
'Detesto ir lá em vão - sou africano'
Silêncio. Transmissão silenciosa
De boa educação pressurizada. A voz, quando veio,
Com bâton, como através de
Uma boquilha dourada. Apanhado estupidamente
'MUITO ESCURO?'... Não ouvi mal. ... 'É CLARO
OU MUITO ESCURO?'... Botão B. Botão A. Cheiro
De hálito rançoso de conversa pública.
Cabina telefónica. Marco postal. Autocarro
De dois andares com cheiro a alcatrão. Era real!

Envergonhado
Por um silêncio mal-educado, a rendição
Avançou espantada a pedir simplificação.
Foi atenciosa, variando de ênfase -
'É ESCURO? MUITO CLARO?' A revelação chegou.
'Quer dizer - chocolate ou chocolate de leite?'
A sua aprovação era clínica, esmagadora na sua leve
Impersonalidade. Rapidamente, sintonizando-a,
Escolhi. 'Sépia oeste-africana' - e para a tranquilizar,
'Vem no passaporte.' Silêncio para um espectroscópico
Voo da imaginação, até que a verdade retiniu no seu sotaque
Duro no bocal. 'O QUE É ISSO?' Confessando
'NÃO SEI O QUE É ISSO?' 'Assim-assim.'
'ISSO É ESCURO, NÃO É?' 'Nem por isso.
Facialmente, sou moreno, mas devia ver
O resto de mim. As palmas das minhas mãos, as plantas
Dos meus pés são de um louro peróxido. Da fricção, -
No entanto, de me sentar, o cu
Tornou-se preto - Um momento, minha senhora' - sentindo
O seu telefone preparando a tempestade
Aos meus ouvidos - 'Minha senhora,' pedi, 'não seria melhor
Ver por si?'

Wole Soyinka

(imagem de "sombra ao telefone" obtida aqui)

3 Comments:

Blogger Luh said...

Obrigada pela tua ajuda. Já coloquei o artigo no http://voandoemmozambique.gblogspot.com

E vai ver o artigo 134, do mês de Novembro. Tu vais entender a dica.

Beijinhos aí para casa.

11:40 da tarde  
Blogger Carlos Gil said...

Luh, já 'tás taralhouca! :-) ESSE LINK TEM UM "G-GÊ-G" A MAIS eheh
é assim:

http://voandoemmozambique.blogspot.com

:-))

12:37 da manhã  
Blogger RAYA said...

Só agora descobri este o seu blogue com este poema lindo. Parabéns
RAYA

www.literaturasafrikanas.blogspot.com

10:04 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home