quarta-feira, agosto 16, 2006

photoshop necessário: I - cores primárias

(o vazio)
....................................................................................
A foto que se deveria ver e que não se vê (presumíveis razões técnicas), mostra uma lágrima a deslizar no mar. Uma lágrima a deslizar no mar? os homens chamam-lhe 'tsunami' e choram quando a vêm chegar. O planeta chama-lhe lágrima e ele, estóico, só chora quando o fazem chorar. Está tudo na foto que, afinal, não está visível quando deveria estar. Tem tons de azul ultramarino, manchas de verde sienna e nos picos da lágrima rolante brilha o alvo branco titâneo, enfim, as usuais cores do pranto no mar.
Conta a lágrima que, à nascença, ainda era mais feia que na imagem se pode observar: roubaram-lhe os verdes e os castanhos, poluíram de maus tons as cores primárias da sua elementar natureza e nasceu-lhe tanto cinzento que ele, o planeta, não resistiu às dores do seu espelho e pôs a sua paleta a chorar. No seu leito de mar verteu as lágrimas azuis deslizantes, gerou os azuis, os verdes e brancos puros que os olhos dos homens olham e sentem na foto (ausente?) como ameaçadores, encheu (o vazio) com a sua presença e, aos gritos de 'tsunami! tsunami!', finalmente pôs todos a olhar.
Ainda ausente, a foto? técnicas, as razões que levam uma lágrima a deslizar na tela do mar?

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home