quarta-feira, maio 31, 2006

sonho piromaníaco


É uma imagem que me persegue, presente dia e noite: que os meus papéis "burocráticos" arderam todos e não sobrou um único. Nem um, não se dê o caso de o sobrevivente ser hermafrodita e multiplicar-se.
Sou incapaz de lhes chegar um fósforo. Pelo contrário, faço-lhes furinhos e arquivo-os, trato-os bem. Mas eles multiplicam-se, perseguem-me, não me dão nem descanso nem me deixam 'ter cabeça' para trabalhar noutros papéis que têm para mim muito mais valor, seja à noite ou em fins de semana: os papéis "burocráticos" não me largam as canelas nem se calam fora das ditas horas de expediente. Daí este sonho piromaníaco, no fundo a idealização do seu desaparecimento definitivo.
Impossível. Mas eles afogam-me, castram-me, irritam-me, roubam-me tanta coisa que prezo, se calhar a faceta de mim que tem mais valor. Odeio-os. Pagam-me as contas mas matam-me simultâneamente porque me reduzem a uma relação com eles de furinhos e arquivo, números e letras, carimbos sem sentido além da sua burocrática existência. Que fazer? não sei. Entretanto sonho, sonho pironicamente.
(a linda fogueira estava aqui. sortuda...)

2 Comments:

Blogger Anamargens said...

Olá Carlos,

Vou ter também um pesadelo...um incêndio só de papéis burocráticos, coisa que detesto vivamente...
Paciência a sua!!!
Missão espinhosa.

9:42 da tarde  
Anonymous IO said...

E se te fosses inskrever nos bombeiros voluntários?, talvez passasses a sonhar com jorros de água, oh repuchinho latitas!... - beijo, muf'

12:09 da manhã  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home