segunda-feira, maio 29, 2006

ainda em volta das estantes - XII



(Na fila de cima já falei na imagem anterior. Na de baixo está a poesia, muito menos do que eu desejaria que estivesse: eu e ela somente nos cruzamos em momentos especiais que, como todos os que merecem esse nome, são raros. Saio eu a perder, saiem igualmente as estantes: falta-me e falta-lhes poesia, facto)

2 Comments:

Blogger Laura Lara said...

Que ideia fenomenal esta das estantes. Volto-me, olho para a minha e lá está uma prateleira cheia de África.
Ta-tá!

11:55 da manhã  
Anonymous jpt said...

meu caro, esta tua sequência de livros, nossos companheiros leva-me a pensar e a invejar. não só os calhamaços que para aí vão. mas também os leitores porreiros que tens - há uns tempos meti um auto-retrato ao nariz no meu ex-blog. ao tirar a foto, e sem reparar, no fundo ficou uma nesga de estante para aí com trinta lombadas à mostra. apareceram logo comentadores a "mandar bocas", a dizer que estava a mostrar livros (e como se isso posse defeito). aqui os teus leitores gozam as tuas estantes, "vasculham-nas", acompanham-tas. prova do "bom tom" que aqui vai
abraço

1:45 da manhã  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home