sábado, junho 24, 2006

Timor-Leste



Estou triste por Timor. Há uma atenção e (actualmente) um aperto no coração diferente quando as notícias vêm de lá. E não estou indiferente como lendo acerca dum assalto na Brandoa ou um atropelamento na VCI: são notícias do 'meu bairro' cultural e afectivo, não são palestinianos ou farmeiros de Wichita, o drama das focas no Polo Norte ou um ataque bombista na multidão: Timor é um bocado da nossa história recente, identidade e Povo, meu sentir de laços mínimos de união como Nação.
(mapa daqui)

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home